lunes, 8 de abril de 2013

Linha do equador







Linha do equador
Djavan / Caetano Veloso

Luz das estrelas, laço do infinito
Gosto tanto dela assim

Rosa amarela, voz de todo grito
Gosto tanto dela assim

Esse imenso, desmedido amor vai além de seja o que for
Vai além de onde eu vou do que sou, minha dor, minha linha do equador

Esse imenso, desmedido amor vai além de seja o que for
Passa mais além do céu de Brasília, traço do arquiteto
Gosto tanto dela assim

Gosto de filha música de preto
Gosto tanto dela assim

Essa desmesura de paixão é loucura do coração
Minha Foz do Iguaçu Pólo Sul, meu azul, luz do sentimento nu

Esse imenso, desmedido amor vai além de seja o que for
Vai além de onde eu vou do que sou, minha dor, minha linha do equador

Mas é doce morrer nesse mar de lembrar e nunca esquecer
Se eu tivesse mais alma pra dar eu daria, isso pra mim é viver

No hay comentarios: